Essa foi demais – a máquina de lavar e as mulheres na visão do Vaticano

Quando eu ouvi essa asneira, fiquei abismada. Como, em pleno século XXI, temos que ouvir essas coisas, vindo de uma instituição que, por si só, já é alvo de críticas.

O artigo do jornal do Vaticano, na comemoração do dia da mulher, releva que a grande invenção para a nossa libertação foi a máquina de lavar, e não a pílula contraceptiva. O famigerado texto [pasmem] foi escrito por uma pessoa do sexo feminino [pois não posso chamar essa cidadã de mulher].

Vejam a notícia

Agora, nós mulheres temos tempo para tomar um capuccino com as amigas, enquanto a máquina trabalha por nós.

Em primeiro lugar, quem disse que a responsabilidade de lavar roupas é exclusiva das mulheres? Por que a invenção beneficiaria somente a nós?

Segundo, que comparação absurda entre um medicamento e um eletrodoméstico

Terceiro, quem permitiu a entrada da mulher no mercado de trabalho (entre outras coisas), não foi o balde de roupas sujas vazio, mas a possibilidade de planejar sua vida. E esse planejamento passa pela maternidade.

Agora, se a máquina de lavar é tão importante assim, o que podemos dizer do ferro de passar roupas, do fogão elétrico, do aspirador de pó e do espremedor de batatas!

Esse texto é uma ofensa e um desserviço à toda a luta das mulheres pela superação do estigma de dona-de-casa.

Julci Rocha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s