Diferença entre “may” e “might”

Essa discussão surgiu da lista de discussão “Profissão Tradutor”, escrito por Fábio Ferreira:

Ambos estão inseridos no campo semântico da possibilidade, porém:

  • MAY cria a possibilidade (ela é criada pelo falante no momento da fala) – possibilidade maior;
  • MIGHT também envolve o falante na criação de uma possibilidade, no entanto, baseada no senso comum do falante, o que torna essa possibilidade mais incerta. (falta de evidências) – possibilidade menor;

Exemplo:
Where´s Bob?

He may be in his office. (= evidência: em horário de trabalho, ou onde ele deveria estar)
He may be having lunch. (= evidência: estamos no horário do almoço)
Ask Ann. She might know. (= Eu não tenho evidências de que ela saiba, a menos que ela seja a secretária dele, e neste caso usaria o may tb…)

6 thoughts on “Diferença entre “may” e “might”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s