Concordância verbal e nominal em frases complexas

images.jpg

http://www.cursoderedacao.com/p_c/sub_pag.php?filter=C&cat=7&art_codigo=462

Este site aborda uma série de dúvidas recorrentes na Língua Portuguesa

Eu o consultei para tirar dúvidas de concordância com  expressões que dão idéia de coletividade tais como : grande parte, a maioria etc.

A maior parte das empresas  pratica este procedimento.

ou

A maior parte das empresas  praticam este procedimento.

 

Vale a pena conferir !

32 thoughts on “Concordância verbal e nominal em frases complexas

  1. Olá Carla.

    Funciona assim : se você está falando de um objeto, a frase fica no singular (vende-se uma moto) . No plural, como a famosa frase “vendem-se casas”, também precisamos fazer a concordância de número.

    Pense na frase inversa : casas são vendidas ou casas é vendida? Aí fica mais fácil !

    Abs

    Julci

  2. Sou iniciante na carreira jurídica, e tenho uma dúvida sobre um termo muito utilizado em petiçoes.

    Qual o correto: juntando, para tanto, “as custas devidamente quitadas” ou juntando, para tanto, “as custas devidamente quitada”.

    As custas, apesar d estar no plural, faz referência à uma guia de custas paga, ou pagas, estaria este termo “guia” implícita na oração???

    Obrigado pela atenção.

    1. Oi Peter!

      Pesquisando em um dicionário de termos jurídicos, encontrei o termo “custas” com a seguinte definição.

      CUSTAS: Despesas, encargos, gastos acarretados com promoção ou realização de atos forenses, processuais ou de registros públicos, que se somam e devem ser ressarcidos pela parte vencida no processo, em face do princípio da sucumbência.

      Nete caso, trata-se de um sinônimo para “despesas”, “encargos” e, neste caso, exige plural. Assim, o adequado seria as custas devidamente quitadas.

      Espero ter ajudado,

      Abraços

  3. quero saber se estas frases estao corretas!

    “fui eu quem falou” e “fui eu quem falei”

    “fomos nos quem falamos” e “fomos nós quem falou”

    ???????

    obrigada!

    1. Oi Amanda!

      “Quem” e “que” são pronomes relativos com valor de sujeito.

      O “que” concorda com o elemento antecedente.

      Já o “quem” vai ficar na terceira pessoa. Em algumas gramáticas, admite-se que ele concorde com o elemento antecedente. Observe que não existe um certo e errado neste caso, isso vai depender da linha que o gramático segue ! Mas eu acho mais elegante manter sempre na terceira pessoa do singular.

      Então, seguem as frases.

      1. Eu que falei
      2. Eu quem falou (ou falei)

      No caso do plural:

      1. Fomos nós que falamos
      2. Fomos nós quem falou (ou falamos)

      Abraços

    1. Oi Laerte,

      Pergunta bem interessante….

      Na fala, a diferença entre este e esse (pronomes demonstrativos) presenta mais flexibilidade, ou seja, as formas são praticamente intercambiáveis. Mas na escrita, existem algumas informações que podem nos ajudar.

      Os pronomes demonstrativos servem para localizar três dimensões do discurso: o falante/ ouvinte (quem fala e com quem fala), o tempo e o espaço.

      No caso da frase que você mencionou, a relação é temporal. Estou entendendo que o encontro já passou, pois você está recordando-o. Neste caso, o uso mais adequado seria “desse”. Veja a explicação abaixo.

      Este – relacionado ao tempo presente
      Esse – relacionado ao passado ou futuro próximo
      Aquele – relacionado ao passado remoto

      Portanto, se você está recordando de um encontro que ocorreu há muito tempo, o melhor seria: a lembrança daquele nosso encontro. Se o encontro não é tão antigo assim, a opção é : a lembrança desse nosso encontro.

      Se quiser mais informações sobre o uso dos demonstrativos, acesse este site: http://kplus.cosmo.com.br/materia.asp?co=28&rv=Gramatica

      Mais um detalhe: o acento no “a” não é necessário ok?

      Abraços

      Julci

    1. Olá Vivi,

      A explicação não é muito complexa, acho que agora você não terá mais dúvida:

      Onde: está relacionado à idéia de um lugar físico.
      Aonde: indica movimento, destinação.

      Exemplo: Onde você está ? (Em que lugar você está?)
      Aonde estamos indo? (Para qual destino estamos indo?)

      No caso da frase que você questionou, você quer saber em que lugar está sua mãe. Portanto, o uso gramaticalmente recomendado é : onde está a minha mãe?

      Espero ter ajudado.

      Mais informações em: http://www.colegioweb.com.br/portugues/uso-da-palavra-onde-aonde

      Abraços

      Julci

  4. qual a frase que está coreta: as professoras comporam a equipe de monitores ou as professoras compuseram a equipe de monitores
    comentário por Sonia Musso. Julho de 2009.

    1. Oi Sonia!

      A forma correta do verbo no pretérito perfeito do indicativo (ou seja, o passado simples) é “compuseram”. Portanto, a frase correta é: “as professoras compuseram a equipe de monitores”.

      Esse verbo segue a mesma conjugação do verbo pôr.

      Em caso de dúvida, acesse esse site, coloque o infinitivo e ele te dá toda a conjugação do verbo: http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx

      Abraços

      JRocha

  5. Bom dia, gostaria de saber se você não tinha como me mandar um texto, artigo e etc. que contenha frases com concordância verbal e nominal.

    Agradeço desde já.
    beijo

  6. Gostaria de saber se esta frase esta correta?

    Para evitar transtornos futuros, regularize sua empresa, solicite a nós uma visita do representante comercial da empresa _____________, para maior esclarecimento.

    Obrigado!

    1. Olá Carlos,

      Há um problema nesta frase, relacionado ao verbo solicitar. Neste caso, trata-se de um verbo transitivo indireto. Portanto, o pronome precisa de um pronome oblíquo.

      Então, a frase ficaria assim:

      Para evitar transtornos futuros, regularize sua empresa. Solicite-nos uma visita do representante comercial da empresa _____________, para maiores esclarecimentos.

      Obrigado!

      Aproveitei para fazer outros ajustes estilísticos na frase.

      Abraços

      Julci

    1. Oi Vinícius,

      As frases verbais são aquelas que possuem verbos, ou seja, a maioria delas. A exceção são frases nominais, que não possuem verbos. Elas existem, e a gente se depara com elas o tempo todo.
      Por exemplo:
      O carro do meu pai.
      Bom garoto!
      Que coisa feia…

      Beijos

  7. Gostaria de saber se esta frase está correta: Srs. funcionários, devido a maioria estarem chegando após as 17:30hs, se permanecerem a partir do dia 15/05/2010 estaremos mudando para as 8:00hs. Caso contrário favor me informar o correto.

    1. Evanilda,

      Acho que o texto precisa de mais clareza.
      A mudança será de fato realizada, ou existe a condição de que ela só será feita caso os horários não estejam sendo cumpridos?
      O horário das 17h30 é de saída? Qual é o horário de entrada dos funcionários? Afinal, é ele que será alterado, não é mesmo?

      Antes de realizar as alterações, precisamos saber exatamente o que será comunicado. Mesmo que muitas informações já sejam de conhecimento dos funcionários, ao comunicar em forma de texto, é fundamental explicitá-las ok?

      Fico aguardando

      Abraços

      Ju

  8. eu gostaria de saber qual frase esta correta:

    “Naquilo que você se propõe a fazer, seja o melhor”
    ou
    “Tudo que você se propor a fazer, seja o melhor”
    ou
    “Tudo que você se propõe a fazer, seja o melhor”

    1. Juliana

      Na wikipédia tem uma excelente explicação

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Hom%C3%B3fono

      Palavras homófonas são palavras de pronúncias iguais. Existem dois tipos de palavras homófonas, que são:
      Homófonas heterográficas
      Homófonas homográficas

      ==Homófonas heterográficas== Homofomos homofonadas Como o nome já diz, são palavras homófonas (iguais na pronúncia), mas heterográficas (diferentes na escrita)

    1. Olá,

      “Fique você comigo” é a forma correta, pois trata-se de uma frase com o tempo verbal no imperativo, cujo objetivo é solicitar, ordenar, pedir ou demandar algo para alguém. A forma “fica” é presente do indicativo. Este tempo verbal seria usado em uma pergunta, como: “Você fica comigo hoje?” ou “Tu ficas comigo hoje?”

  9. me ajuda urgente nessa questao

    1. Observe os trechos abaixo quanto à concordância e depois escolha a alternativa correta:
    I – A população de maiores de 60 anos no Brasil subiram 47,8% entre 1997 e o ano passado.
    A pesquisa também revela que a renda e as responsabilidades dos idosos teve um salto no
    país.
    II – Nem um nem outro acusado do crime de Guarulhos alegaram terem realmente cometido
    o crime.
    III – O estudo realizado pelo economista junto com pesquisas econômicas realizadas
    anteriormente tentam compreender o que nos faz felizes e por que as riquezas materiais não
    levam à ambicionada felicidade.
    Resposta
    a. Estão corretos os trechos II e III.
    b. Apenas o trecho III está correto.
    c. Os trechos I e III estão corretos.
    d. Todos os trechos apresentam algum problema de concordância.
    e. Apenas o trecho II está correto.

    1. Olá

      A questão um apresenta dois problemas de concordância, conforme segue: “a população (…) subiu” e “(…)a renda e as responsabilidades dos idosos tiveram”. A questão 2 apresenta também um problema de concordância, cuja correção é “Nem um nem outro (…) alegou”.

      Portanto, b é a resposta correta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s